“Os paraguaios venceram o medo”

Para Martín Almada, Prêmio Nobel Alternativo da Paz, a greve geral foi principalmente um não à Aliança Público-Privada, “uma má fotocópia do receituário fracassado do FMI”

Por Leonardo Wexell Severo, de Assunção (Paraguai)

Leia mais...

Dez fatos chocantes sobre os EUA

Por António Santos

Os EUA são hoje a potência imperialista hegemônica. E quanto melhor os povos de todo o mundo conheçam a potência que, queiram ou não e estejam onde estiverem, afeta de algum modo as suas vidas, melhores condições terão para lhe fazer frente. E não pode existir luta progressista que não seja firmemente anti-imperialista.

Leia mais...

Ucrânia: O dilema de uma crise

Por Editores de Odiario.info

Na Ucrânia, a crise, longe se encaminhar para um desfecho positivo, tende a agravar-se.

Os EUA e a União Europeia, que incentivaram e financiaram o golpe de Estado de Maidan, apoiam o governo ilegítimo instalado em Kiev e os partidos fascistas que o controlam.

Leia mais...

A guerra contra as drogas, uma fraude total

Por Iván Márquez*

A propaganda imperialista acusa sistematicamente as FARC-EP de serem uma “narco guerrilha”. Pela voz de um dos principais responsáveis da heróica guerrilha colombiana a grosseira acusação é devolvida. São a DEA e a CIA quem tem um longo e documentado historial de ligação, protecção e financiamento através do narcotráfico. E não haverá sucesso na luta contra esse flagelo sem o combate a esses poderosíssimos tentáculos do imperialismo.

Leia mais...

(Paraguai) Liberdade aos presos por lutar!

Em 4 de abril de 2007, o professor Carlos Fuentealba é fuzilado por um policial da provincia de Neuquén/Paraguai por estar lutando por reivindicações específicas do sindicato docente. Em meio a comoção que percorreu o país, um grupo de militantes de Quebracho fazem um "escracho" num local em Buenos Aires, pertencente ao partido do então governador Jorge Sobisch, autor intelectual do assassinato. O protesto não passou de alguns vidros quebrados e gritos denunciando a barbárie policial. Juízes já conhecidos por encobrir ações repressivas criminalizam o protesto e condenam a Lezcano (afetado por uma grave enferminado e com 70 anos de luta) e a Esteche (que nem participou do escracho) a quase quatro anos de prisão.

Veja abaixo a Nota do Partido Comunista Paraguaio (PCP) sobre o tema.

Leia mais...

.

.

.

Multimídia

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.
Watching: Saudação do PCLCP ao Congresso de Fundação da Central
Playlist: 0 | 1 | 2