É possível no Brasil de hoje, a partir das condições atuais, avançar rumo ao socialismo?

Se considerarmos o clássico debate em torno das condições objetivas e subjetivas da revolução, vale a pena recordar a intervenção de Luiz Carlos Prestes nos marcos da “Conferência sobre a Dívida Externa” organizada pelo governo de Fidel Castro em Havana, em julho/agosto de 1985. Nessa ocasião Prestes afirmava:

A revolução não pode se realizar quando se quer. Ela só poderá eclodir e ser vitoriosa quando existam as condições objetivas e subjetivas para tanto indispensáveis. E tudo indica que em nosso Continente, se crescem cada vez mais as condições objetivas, as subjetivas ainda se retardam. Estamos longe também da indispensável organização e unidade da maioria esmagadora da classe operária, faltam-nos ainda partidos revolucionários efetivamente ligados às grandes massas trabalhadoras e populares. [1]

Leia mais...

Privatização da Saúde e a intensificação das contra reformas neoconservadoras do capital

Imprensa PCLCP1

O Sistema Único de Saúde (SUS) do Brasil é o maior sistema público de saúde do mundo, fruto de uma ampla luta política e social na década de 80 das classes trabalhadoras, que conseguiu impor à classe dominante a saúde como um dever do estado e direito individual e coletivo de todos. Atualmente o orçamento da saúde está na ordem de R$ 100 bilhões (2014). Parte significativa deste montante de recursos públicos é transferida para instituições privadas, tornando o assédio privatista na saúde um agente interno na rede de atendimento do SUS e, ao mesmo tempo, um bloco de forças econômicas e políticas que busca atacar o SUS impedindo que ele seja efetivamente 100% público, com capacidade efetiva de atender toda a população.

Leia mais...

CONTRA A DIREITA, POR MAIS DIREITOS!

Em resposta à ofensiva da direita e ao ajuste fiscal do Governo construiremos uma grande mobilização em 15 de Abril.

A resistência é nas ruas!

Leia a seguir o manifesto que está aberto para adesões de coletivos, entidades, movimentos e organizações:

Leia mais...

REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL: ILUSÃO DEMAGÓGICA

Por Amauri Soares

Enfim, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou o projeto que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, dando aval para a tramitação da matéria. Este fato tem tudo a ver com a conjuntura política do Brasil, onde a massa popular quer uma resposta direta e reta para problemas estruturais e sociais que jamais foram resolvidos em nosso país. E a direita, que sempre impediu de se colocar na pauta as medidas necessárias para segurar a escalada da violência, agora se delicia no meio desse turbilhão de ira em busca de uma resposta rápida.

Leia mais...

V Seminário da Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde

A Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde e o Fórum de Saúde do Rio de Janeiro convidam todos para o V Seminário da Frente, que esse ano acontecerá nos dias 27, 28 e 29 de março de 2015, na cidade do Rio de Janeiro.

Leia mais...

.

.

.

Multimídia

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.
Watching: Entrevista com Luiz Carlos Prestes em 1985 na Tv Paraná
Playlist: 0 | 1 | 2