O PCB e o golpe civil-militar de 31/3/1964 : por que as esquerdas foram derrotadas?

Por Anita Leocadia Prestes

Tornou-se um truísmo, a partir de 1/4/1964, a crítica ao PCB por não ter resistido ao golpe civil-militar, assim como a acusação de que tal posicionamento seria decorrência de sua política pacifista, do despreparo para a resistência aos golpistas e de ilusões na burguesia e no “esquema militar” do presidente João Goulart.

Leia mais...

István Mészáros no Brasil

Leia mais...

Campanha Prestes: novo livro de Anita Leocádia Prestes

Uma grande lição política e histórica: a opinião pública e a mobilização popular têm uma força gigantesca. 

"Considero-me filha da solidariedade internacional, pois fui salva das garras do fascismo por uma importante campanha mundial, liderada por minha avó Leocádia Prestes."

"A força da minha avó e da minha tia [Lygia] foi muito grande, mas foram os apoios, os grandes comícios, as grandes manifestações no mundo inteiro que fizeram que eu fosse entregue para minha avó pela Gestapo."

(Anita Leocadia Prestes, filha de Luiz Carlos Prestes e Olga Benário Prestes)

Leia mais...

Curta Documentário sobre Pablo Neruda e Luiz Carlos Prestes

Leia mais...

A necessidade histórica do retorno a Marx

Alcides Pontes Remijio, militante do Polo Comunista Luiz Carlos Prestes em São Paulo

 

Texto introdutório ao curso "O jovem Marx", oferecido pela Escola Luiz Carlos Prestes em São Paulo.

 

A conjuntura do capitalismo mundial, em especial no Brasil, evidencia uma crise nunca vista antes na história deste modo de produção. Alguns apontamentos da manifestação da crise estrutural do capital podem esclarecer a afirmação do período destrutivo do capitalismo, que resultou no fim das possibilidades civilizatórias do capitalismo. Diante do esgotamento destas possibilidades civilizatórias a humanidade desembocou na barbárie social presente nos dias atuais. Após um longo período de crescimento capitalista, no período pós-segunda guerra mundial, o capitalismo entrou em sua mais série crise, uma crise estrutural, onde as conquistas civilizatórias do capital pouco a pouco vem sendo escamoteadas em virtude das politicas anticíclicas que governos implementam para estancar a hemorragia da crise estrutural, além da produção destrutiva da força de trabalho e da natureza.

Leia mais...

.

.

.

Multimídia

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.
Watching: Saudação do PCLCP ao Congresso de Fundação da Central
Playlist: 0 | 1 | 2