"O capitalismo hoje promove uma produção destrutiva"

Por István Mészáros, entrevistado por Eleonora de Lucena [*]

A atual crise do capitalismo, que faz eclodir protestos por toda a parte, é estrutural e exige uma mudança radical. Essa é a visão do filósofo István Mészáros, 82. 

Professor emérito da Universidade de Sussex (Reino Unido), o marxista Mészáros defende que as ideias socialistas são hoje mais relevantes do que jamais foram. Nesta entrevista, feita por e-mail, ele afirma que o avanço da pobreza em países ricos demonstra que "há algo de profundamente errado no capitalismo", que hoje promove uma "produção destrutiva". 

Leia mais...

Entrevista com Anita Leocádia Prestes

O jornal gaúcho Zero Hora publicou uma extensa entrevista com Anita Prestes, filha de Olga Benário e Luiz Carlos Prestes. Anita fala sobre a luta de seus pais, da relação dela com eles, da construção do Memorial Luiz Carlos Prestes e da luta pelo socialismo nos dias de hoje.

Leia mais...

Livro: Crítica à privatização do Ensino Superior no Brasil – Mauri Antonio da Silva (org.)

Sinopse

Este livro estimula a reflexão a respeito da importância da educação pública em nossa sociedade e das lutas contra todas as formas de mercantilização do conhecimento. Os autores criticam o caráter privatizante do Projeto de Lei da Câmara (PLC 1/2013), conhecido como Lei das Instituições Comunitárias de Educação Superior (ICES); argumentam que todas as universidades instituídas pelo poder público são públicas; defendem as liberdades sindicais e a luta pela melhoria das condições de trabalho dos docentes; e reivindicam a publicização e a plena democratização das instituições de ensino superior. No desenvolvimento dessas ideias, enxerga-se a educação como uma mediadora no interior da prática social que tem como objetivo a transformação estrutural da sociedade.

Leia mais...

Documentário sobre o Comandante Alfonso Cano: "Moral de Combate"

Leia mais...

O PCB e o golpe civil-militar de 31/3/1964 : por que as esquerdas foram derrotadas?

Por Anita Leocadia Prestes

Tornou-se um truísmo, a partir de 1/4/1964, a crítica ao PCB por não ter resistido ao golpe civil-militar, assim como a acusação de que tal posicionamento seria decorrência de sua política pacifista, do despreparo para a resistência aos golpistas e de ilusões na burguesia e no “esquema militar” do presidente João Goulart.

Leia mais...

.

.

.

Multimídia

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.
Watching: Entrevista com Luiz Carlos Prestes em 1985 na Tv Paraná
Playlist: 0 | 1 | 2