Nota do PCLCP-RJ em solidariedade à ocupação Vito Giannotti

No último dia 15 de janeiro, coincidentemente no aniversário do grande camarada e comunicador popular Vito Giannotti, a Central dos Movimentos Populares (CMP), Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), Movimento Sem Terra (MST), União Nacional de Moradia Popular (UNMP) e o Fórum de Juventudes de Favelas do RJ ocuparam um antigo hotel que estava abandonado pelo menos à 10 anos, pertencente ao do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Nos últimos anos houveram tentativas para destiná-lo à habitação de interesse social, porém não avançaram. Em 2006, o Ministério das Cidades manifestou interesse na compra do imóvel para destinação a programas de habitação e esbarrou novamente no processo de inutilização. Tal imóvel foi ocupado justamente por não cumprir a função social da propriedade prevista na Constituição.

Leia mais...

Nota sobre a situação da Vila Soma: a luta de classes na cidade

Por Coletivo Usina

Ocupando uma grande gleba de uma indústria falida próxima ao centro da cidade de Sumaré/SP, a Vila Soma, conhecida hoje como a maior ocupação do Estado de São Paulo, se prepara para sofrer uma violenta reintegração de posse no início de 2016, dia 17 de janeiro.

Eleita pela prefeitura municipal e pela mídia local como o principal problema da cidade de Sumaré, defendemos que a Soma é, antes de mais nada, uma solução.

Leia mais...

Barrar o aumento da tarifa no Rio de Janeiro

Nota do Polo Comunista Luiz Carlos Prestes-RJ

Na cidade do Rio de Janeiro, logo no dia 02 de janeiro, os trabalhadores e o povo foram surpreendidos com mais um aumento das tarifas de ônibus municipais, antes eram absurdos R$ 3,40 e saltou para escandalosos R$ 3,80. Nos demais transportes intermunicipais como: trens, barcas e ônibus, os aumentos foram ainda mais severos, nos trens passaram de R$ 3,30 para R$ 3,70, seguido de R$ 5,00 para R$ 5,60 nas Barcas. A tarifa do bilhete único intermunicipal também aumentou de R$ 5,90 para R$ 6,50. Um verdadeiro ROUBO contra o povo pobre e trabalhador para garantir a farra dos monopólios do transporte no Rio de Janeiro. O Bilhete único tem sido usado para antecipar a venda de uma mercadoria que os monopólios transformam em capital aplicando o montante total no sistema financeiro, ampliando ainda mais suas fortunas.

Leia mais...

Descaso e privatização da saúde no Rio de Janeiro mata

Nota do PCLCP/RJ

O descaso com a saúde, fato que atinge a vida do povo trabalhador brasileiro não é de hoje.  O sucateamento, a falta de equipamentos, as precárias instalações e condições das unidades de saúde estaduais colocam a população carioca à mercê do caos completo na rede de saúde. Isto é resultado da política privatista adotada pelo PMDB, que impôs o perverso processo de transferência do poder público para a administração do setor privado colocando automaticamente a saúde à disposição dos interesses do Banco Mundial e aqueles que lucram com a saúde.

Leia mais...

REORGANIZAR AS FORÇAS POPULARES PARA UMA OFENSIVA DE CLASSE EM 2016

logo pclcpAvaliamos que os resultados das manifestações organizadas pelas forças populares no dia 16 de dezembro foram positivos para o conjunto da classe trabalhadora e para os oprimidos em geral. Evidente que estamos a uma longa distância da condição desejável para a proposição de um programa de fato emancipador dos explorados e oprimidos. Mas é necessário registrar que estamos hoje em situação menos dramática do que a que vivíamos até a metade de dezembro. Ao longo de todo o ano de 2015 as manifestações de rua organizadas pela extrema direita eram numericamente muitos superiores às manifestações das forças populares; no dia 16 de dezembro as nossas forças foram dez vezes maiores que as da extrema direita no dia 13 do mesmo mês. As causas dessa queda de adesão aos movimentos de rua da direita reacionária ainda precisam ser melhor avaliadas, mas é possível afirmar que o processo de impeachment ter sido uma iniciativa do indecoroso Eduardo Cunha ajudou a afastar a classe média medianamente esclarecida das ruas. Por outro lado, a abertura do processo de impeachment mobilizou setores populares até então descrentes dessa possibilidade.

 

Leia mais...

.

.

.

Multimídia

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.
Watching: Saudação do PCLCP ao Congresso de Fundação da Central
Playlist: 0 | 1 | 2